Quais os benefícios dos frutos secos?

Os frutos secos estão divididos em duas categorias distintas: os frutos secos propriamente ditos ou oleaginosos, que são consumidos sempre no seu estado seco (nozes, amêndoas, amendoins, avelãs, pinhões, pistácios) e os frutos sujeitos a desidratação (passas, ameixas, alperces).

Os frutos secos contêm uma quantidade extraordinária de vitaminas, fibras e minerais. São também ricos em hidratos de carbono, constituindo uma excelente fonte de energia.

Para aproveitar os seus benefícios sem ingerir demasiadas calorias, prefira frutos secos no seu estado natural, sem serem fritos e com pouco sal.

Experimente adicioná-los aos seus cereais e saladas ou consumi-los entre as refeições.

Não deverá ultrapassar uma a duas porções por dia, correspondendo uma porção à quantidade de frutos secos que cabe na palma da sua mão.

 

Frutos secos oleaginosos:

  • Nozes

As nozes são um dos frutos secos oleaginosos mais nutritivos pois além de proteínas, hidratos de carbono e lípidos insaturados benéficos para a saúde, contêm minerais como zinco, cobre, potássio, magnésio, fósforo, ferro, cálcio, vitaminas B1, B2, B5 e carotenos.

Os ácidos gordos ómega-3 e a vitamina E presentes nas nozes parecem estimular uma melhor comunicação entre as células nervosas, melhorando a memória, aumentando a concentração, a rapidez de raciocínio e a clareza a nível cognitivo.

São ainda um excelente aliado no combate às doenças cardiovasculares pelo facto de promoverem a integridade das células dos vasos sanguíneos, evitando a deposição de colesterol nos mesmos, além de diminuírem a agregação plaquetária e a formação de trombos.

  • Amêndoas

Constituem uma excelente fonte de vitamina E, magnésio, cobre, ferro, fósforo, fibra alimentar, vitamina B2 e proteínas.

As amêndoas são igualmente ricas em fitoesteróis (que ajudam a reduzir o colesterol) e compostos fenólicos (que lhes confere grande potencial antioxidante).

  • Pinhões

O pinhão contém ácido linoleico que age como saciante, o que ajuda a diminuir o apetite.

Este alimento apresenta ainda propriedades antioxidantes graças à presença de vitaminas A, B, C, D, E e luteína, um carotenóide essencial para a prevenção de doenças oculares.

  • Avelãs

Por serem ricas em gorduras insaturadas, têm a capacidade de diminuir o colesterol mau (LDL) e aumentar os níveis do colesterol bom (HDL), dois fatores essenciais para uma boa saúde cardiovascular.

Contêm vitaminas do complexo B, essenciais para desmantelar proteínas, gorduras e hidratos de carbono, facilitando assim a digestão.

As avelãs são ainda ricas em magnésio, essencial para o crescimento e resistência dos ossos.

  • Pistácios

Muito ricos em ferro e fibra, podem considerar-se um excelente laxante natural.

São também uma fonte importante de proteínas, antioxidantes e vitamina B6.

  • Amendoins

Contêm resveratrol, um fitoquímico que se destaca pela sua ação na proteção contra a aterosclerose e por isso associado a uma diminuição do risco de desenvolvimento de doenças cardíacas.

 

Frutos secos desidratados:

  • Ameixa seca

A ameixa seca é amplamente conhecida como promotora do bom funcionamento intestinal, graças ao seu alto teor de fibra insolúvel, que facilita a absorção de água ao nível do intestino. É também rica em antioxidantes e vitamina C.

  • Damasco seco

O damasco contém magnésio, potássio, fósforo, vitaminas A, C, K,B3, B9 e B5, sendo recomendado no seu estado seco devido à alta concentração de nutrientes.

É de salientar a sua riqueza em ferro, mineral extremamente importante para o organismo, sendo que a sua carência pode causar anemia e cansaço.

  • Figo seco

O figo seco é rico em sais minerais, especialmente cálcio, fósforo e potássio.

Para os vegetarianos, o figo seco é um alimento que ajuda a suprir as necessidadesde cálcio do organismo.

 

Cada fruto seco possui carancteristicas singulares, mas apesar dos benefícios todos eles devem ser consumidos com moderação devido ao seu alto teor calórico.

 

Fontes:

https://saboreiaavida.nestle.pt

https://pt.myprotein.com

http://viva-saude.pt

www.alimentacaosaudavel.org

www.apn.org.pt

www.vidaativa.pt

https://nutrimento.pt

https://tradicional.dgadr.gov.pt

Voltar