Repelentes - Dicas úteis!

O calor chegou e com ele mais passeios ao ar livre e consequentemente o aumento da exposição a insectos.

Precisamos de nos proteger e redobrar o cuidado com grávidas e crianças.

Se vai viajar para países tropicais tem ainda mais um motivo para ter especial atenção com uso de repelentes adequados à zona para onde viaja.

O uso de repelentes é uma das formas se proteger de mosquitos que podem transmitir as mais diversas doenças.

Existem algumas dúvidas associadas ao uso de repelentes que vamos hoje ajudar a esclarecer. 

Dúvidas Fequentes

  • Protector solar ou repelente, saiba qual deve usar primeiro

Sem dúvida, o protector solar deve ser o primeiro a ser aplicado. O repelente, uma vez que vai fazer uma proteção superficial da pele, deve ser colocado por último e sempre pelo menos 20 a 30 minutos após a aplicção do protector solar. 

  • Como deverá aplicar o repelente

O repelente deverá ser aplicado em toda a pele exposta, que não esteja coberta por roupa. Pois uma boa parte dos mosquitos é atraída pela nossa pele, então não  faz sentido aplicar o repelente nos braços e deixar as pernas sem proteção, pois o odor da nossa pele continuará a atraí-los. Não se esqueça de zonas como as orelhas ou pés. 

  • O repelente também deve ser aplicado cima da roupa?

Sim, há quem o faça com qualquer repelente, mas lembre-se que estes podem manchar a roupa. Existem no mercado repelentes que são especialmente formulados para serem colados na roupa.

  • Quando deve reaplicar o seu repelente

Cada fabricante indica na embalagem o tempo médio de proteção que o repelente oferece. No entanto, sempre que se molhar ou transpirar em excesso, reaplique o seu repelente, para se manter protegido.

Cuidados importantes

Todos os repelentes podem irritar as mucosas, tenha por isso cuidado na sua aplicação para que o produto não entre em contato com os olhos, narinas e boca.

  • Por que não deve usar repelente antes de ir dormir

Ao passar o repelente e se cobrir com cobertores, acaba por impedir a evaporação do produto, comprometendo sua eficácia. Além disso, o atrito da pele com roupas, lençóis e cobertores pode retirar o repelente da pele. Portanto, durante o sono, é preciso adotar outras medidas de proteção, como dispositivos anti-mosquitos que pode ligar numa tomada, por exemplo.

  • A partir de que idade pode aplicar o repelente numa criança?

Tudo depende do fabricante, mas existem repelentes que podem ser utilizados desde os 2 meses de idade. 

  • As grávidas podem usar repelentes?

Podem e devem! O uso do repelente é muito importante para grávidas, obretudo se viajarem para países tropicais. Mas claro nem todos os repelentes são adequados para grávidas, informe-se na sua farmácia.

Lembre-se que além dos repelentes existem outras medidas de prevenção contra a picada de insectos:

  • Instale redes anti-mosquito nas portas e janelas;
  • Use inseticidas e repelentes que respeitem o ambiente;
  • Prefira usar roupas compridas, leves e mais claras, além de calçados fechados e meias sempre que o tempo permitir;
  • Utilize um mosquiteiro no carrinho do bebé em áreas onde haja exposição a insetos;
  • Evite usar perfumes, sabonetes e cremes com fragrâncias, pois atraem insetos;
  • Denuncie locais com focos de mosquitos devido a águas paradas às juntas de freguesia;

Deixamos-lhe agora algumas sugestões de repelentes para diversas situações:

Para toda a família:

Para férias em destinos tropicais:

Para bebés a partir dos 2 meses:

Para a noite:

Para roupas:

Na Farmácia da Penha poderá encontrar estes e outros repelentes, e podemos ajudar a ir ao encontro do o repelente ideal para si.

Fontes:

https://ferollamedicos.com

 

Voltar