Resistência a Antibióticos - Conhece o perigo?

RESISTÊNCIA A ANTIBIOTICOS – CONHECE O PERIGO?

Graças aos antibióticos, doenças que outrora não se podiam tratar hoje têm cura. Mas o uso incorreto destes medicamentos está a aumentar significativamente a resistência das bactérias.

O resultado desta situação é que as infeções são cada vez mais difíceis de tratar, no entanto, este problema pode ser prevenido e está tudo nas suas mãos!

ANTIBIÓTICOS: SÃO EFICAZES MAS…

Os antibióticos são medicamentos eficazes quando corretamente utilizados no tratamento de infeções bacterianas. Doenças provocadas por vírus, fungos ou parasitas não se curam com antibióticos, como de resto já mencionámos várias vezes no nosso blog e todos os dias fazemos questão de esclarecer os nossos utentes ao balcão, para que não permaneçam  dúvidas. 

Devido à sua especificidade, os antibióticos só poderão ser vendidos mediante a apresentação de uma receita médica.

O uso incorreto e continuado de antibióticos pode dar origem a um grave problema de saúde pública: a resistência bacteriana!

…AS BACTÉRIAS TRONAM-SE RESISTENTES

As bactérias são organismos que têm uma grande capacidade de adaptação ao meio, ou seja, perante uma exposição repetida e/ou incorreta aos antibióticos, algumas tornam-se resistentes à ação destes medicamentos.

A resistência da bactéria aos antibióticos pode trazer muitos riscos, como por exemplo:

  • O antibiótico pode passar a fazer menos, ou até mesmo nenhum efeito;
  • Pode ser necessário tomar doses superiores do antibiótico para curar a doença;
  • Eventual necessidade de um antibiótico diferente, mais forte, para obter o mesmo efeito;
  • Possível propagação a outras pessoas das bactérias resistentes, quer no meio hospitalar quer na comunidade;
  • Maior dificuldade em descobrir antibióticos capazes de eliminar estas bactérias;
  • Possibilidade de poderem voltar a surgir doenças graves já consideradas controladas, como a tuberculose e em formas mais graves e difíceis de tratar.

PREVENIR É SEMPRE MELHOR

O aparecimento de bactérias resistentes tem várias causas e uma das principais é o uso incorreto  como por exemplo: falhas de tomas, doses inadequadas, interrupção do tratamento.

Mas ajudar a prevenir este verdadeiro problema de saúde pública é mais simples do que parece:

  • Tome antibióticos apenas quando receitados pelo médico;
  • Não os tome por iniciativa própria ou por conselho de terceiros e nem tome sobras de tratamentos anteriores, cada caso é um caso, mesmo que a doença pareça a mesma;
  • Respeite as indicações médicas, horários de tomas, doses e  duração do tratamento;
  • Nunca interrompa o tratamento, mesmo que se sinta melhor, pois, se o fizer, está a reduzir a eficácia do antibiótico e terá de voltar ao inicio.

UM BOM REMÉDIO, MAS…

Os antibióticos são eficazes no combate a infeções, mas o melhor é preveni-las, para não ficar doente e ter de os tomar:

  • Lave bem as mãos e com frequência, esfregando-as bem com água e sabão;
  • Lave bem os dentes, principalmente após as 3 principais refeições;
  • Cuide da sua higiene diária;
  • No caso de feridas, mantenha-as limpas e protegidas até que cicatrizem;
  • Certifique-se que tem as vacinas em dia;

DOENTES DE PALMO E MEIO

Para os pais que querem o melhor para os seus filhos…

Muitas vezes, em situações de doença, os pais julgam que dar o antibiótico à criança será a forma mais rápida e eficaz de o tratar, e até pode ser, mas apenas se o médico o diagnosticar como tal.

Acontece que, em muitas situações, como é o caso de uma constipação, o problema pode desaparecer sem necessitar de recorrer a medicamentos. Repouso e a ingestão de muitos liquídos podem ser o suficiente.

Na Farmácia da Penha sabemos a ameaça que constitui para a saúde da comunidade  o aparecimento de bactérias resistentes e podemos dar-lhe informação a esse respeito e aconselhá-lo sobre o uso adequado de antibióticos e sobre quais os cuidados que deve ter para prevenir infeções.  Aconselhe-se connosco!

Fonte:

Voltar