A saúde dos idosos no verão!

Existem vários fatores de risco que interferem com a capacidade de regulação da temperatura do organismo e, consequentemente, com a capacidade de resistir ao calor:

  • Estados febris
  • Idade avançada
  • Excesso de peso
  • Existência de uma ou mais doenças crónicas, em particular, doenças cardíacas, renais, respiratórias, neurológicas ou psiquiátricas, diabetes e ainda as pessoas que tomam medicamentos que diminuem a sensação de calor ou provocam retenção de água ou de sal (anti-hipertensores, antidepressivos, antipsicóticos e medicamentos para a doença de Parkinson, entre outros)
  • Limitação da autonomia (ex. doentes acamados)

Quais os cuidados a ter?

O calor é especialmente perigoso para as pessoas idosas, que podem ter menos perceção das alterações associadas ao mesmo.

É frequente não sentir sede o que leva a uma menor ingestão de líquidos.

Por outro lado, o organismo pode não ter a mesma capacidade para realizar a termorregulação necessária para prevenir os efeitos negativos do calor intenso na saúde, pelo que se devem ter em conta os seguintes cuidados:

  • Beber água, mesmo quando não se  tem sede
  • Permanecer em ambientes frescos e procurar locais climatizados sempre que necessário
  • Evitar a exposição direta ao sol
  • Usar roupas leves, soltas, de cor clara, chapéu e protetor solar

?

  • No período de maior calor tomar um duche de água tépida
  • Fazer refeições mais leves e comer mais vezes ao dia
  • Evitar a utilização do forno ou de outros aparelhos que aqueçam a casa
  • Usar menos roupa na cama, em especial pessoas com fraca mobilidade ou acamadas
  • Não consumir bebidas alcoólicas, pois estas agravam a desidratação
  • Ter alguém atento e disponível (familiar, amigo, vizinho)
  • Se surgir algum sinal ou sintoma associados ao calor, ou se não se sentir bem, procurar cuidados médicos de imediato
  • Consultar o médico em caso de doença crónica ou se estiver a fazer uma dieta com pouco sal ou com restrição de líquidos
  • Respeitar as doses e os horários das tomas dos medicamentos tal como indicados pelo médico e farmacêutico
  • Evitar a exposição dos medicamentos a temperaturas elevadas, para que não haja alteração dos mesmos

Em caso de dúvida, estamos 24 horas disponíveis para o esclarecer.

Pode ainda contar com o nosso serviço de enfermagem, que o ajudará com os cuidados a ter, ou, em caso de ser um cuidador, poderá ainda ter uma pequena formação ou tirar as suas dúvidas em relação aos cuidados a prestar.

Através deste serviço poderá ser realizada uma avaliação gratuita, onde serão identificadas as necessidades da pessoa idosa e desenvolvido um plano de intervenção personalizado.

Este serviço conta com:

  • Assistência na realização de higiéne diária
  • Cuidados à pessoa com doença prolongada
  • Cuidados ao idoso com doença crónica

Tenha um excelente verão, cheio de saúde!

 

Fontes:

https://www.dgs.pt

http://www.infarmed.pt

 

Voltar