Quero deixar de fumar, o que faço?

Hoje celebra-se o Dia Mundial Sem Tabaco.

Todos conhecemos os maleficios do tabaco, e a necessidade de proteger os fumadores passivos, mas na prática deixar de fumar pode ser um processo dificil, com períodos de ansiedade e que sem a ajuda certa e os produtos corretos, pode levar a inúmeras recaídas ao longo da vida.

Deixar de fumar trás benefícios incalculáveis à sua saúde e de quem o rodeia, além de lhe dar uma aparência renovada, travando o envelhecimento precoce. E financeiramente...bem...em muitos casos é possível pagar a prestação de um carro, com o dinheiro gasto em tabaco por mês! É muito, não é? Muitas vezes, quando a saúde infelizmente não é motivadora o suficiente para se deixar de fumar, basta sentar um pouco e fazer as contas...pois este pode ser um fator que motive a decisão de deixar de fumar.

Como devo proceder para deixar de fumar?

Este é um hábito de dependência física e psíquica, os sintomas de privação do tabaco nem sempre se conseguem ultrapassar sem ajuda. Esta é uma decisão que seve ser calmamente pensada, tendo em consciência de que não será fácil, mas é certamente possível. É importante que envolva a sua família, amigos e colegas e se necessário, recorra a apoio médico.

A sua procura por ajuda pode começar aqui, na sua farmácia. Aqui poderá contar com o aconselhamento de profissionais que conhecem bem os medicamentos existentes no mercado para combater este vício, e que, na sua maioria, são medicamentos de venda livre, que podem ajudar a duplicar o sucesso deste processo.

No entanto, saiba que nunca deve dispensar a consulta do seu médico de família, que em casos mais sérios de dependência, pode recomendar-lhe alguns medicamentos sujeitos a receita médica, que ajudam a travar este vício. Ou então poderá ainda ser encaminhado para consultas de cessação tabágica, disponíveis em vários pontos do país, informação que pode encontar neste link: https://www.sns.gov.pt/wp-content/uploads/2016/10/Local-horário-e-contactos.pdf

Lembre-se que o tabaco é responsável pela morte de 1 em cada 10 adultos, e se considera seriamente deixar de ser um fumador, existem diversos produtos e serviços, dos quais pode tirar partido para se desfazer deste hábito desagradável e perigoso, mas o primeiro passo é sempre seu.

Fonte:

www.sns.gov.pt

Voltar