Vacinação contra a gripe

Este ano de 2018,  a vacinação contra a gripe tem ínicio a 15 de Outubro, ou seja,  vai começar cerca de duas semanas depois do que tem sido habitual. Pretende-se assim, garantir uma melhor e maior proteção durante o período da epidemia de gripe, de acordo com a Direção-Geral da Saúde (DGS).

No Serviço Nacional de Saúde a vacina vai continuar gratuita para as pessoas a partir dos 65 anos, para residentes ou internados em instituições, para os bombeiros e para pessoas com algumas doenças específicas. Relembramos, que no caso das vacinas gratuitas estas são exclusivamente administradas nos centro de saúde e nestes casos, a vacina não necessita de receita médica e dispensa também pagamento de taxa moderadora. As vacinas dispensadas na farmácia, através de prescrição médica, contam com uma comparticipação de 37%.

As receitas médicas específicas para a vacina da gripe passadas desde o dia 1 de julho terão validade até final do mês de dezembro.

 

Mas por que devemos tomar a vacina da gripe?

A gripe é uma doença provocada por um vírus, que afeta predominantemente as vias respiratórias. É contagiosa, e transmite-se através de partículas de saliva ou contacto direto (por exemplo, através das mãos) de uma pessoa infetada. Lembre-se ainda que  todos os anos o vírus da gripe assume formas sensivelmente diferentes. Para prevenir a transmissão é necessário vacinar-se todos os anos.

Quem deve tomar a vacina da gripe?

A vacina da gripe é essencial para prevenir complicações graves que podem ter proveniência da doença, como por exemplo a pneumonia.

É por isso aconselhada a:

  • Pessoas com 65 ou mais anos de idade, particularmente os residentes em lares ou instituições comunitárias 
  • Residentes ou com internamentos prolongados em instituições prestadoras de cuidados de saúde, independentemente da idade (ex: deficientes, centros de reabilitação)
  • Todas as pessoas com idade superior a 6 meses, incluindo grávidas e mulheres a amamentar, que sejam imunodeprimidos
  • Pessoas sem abrigo
  • Prestadores de cuidados de saúde (por exemplo, em lares de idosos)

Transmissão e sintomas da gripe

  • A transmissão pode dar-se 2 dias antes dos sintomas surgirem ou até 7 dias depois
  • Os sintomas mais frequentes são mal-estar, dores musculares e febre alta
  • Numa pessoa saudável dura entre 3 a 4 dias e demora cerca de 2 semanas até que se dê a recuperação total;
  • Em pessoas idosas ou doentes crónicos este período pode estender-se e provocar complicações, nomeadamente pneumonia e descompensação de doenças já existentes (asma, diabetes, doença cardíaca ou renal).

Como prevenir a gripe

  • Higiene
  • Lavagem adequada e frequente das mãos. Deverá ser feita sempre que espirre, se assoe ou se tiver contacto direto com pessoas infetadas.
  • Vacinação

Na Farmácia da Penha a sua segurança é uma das principais preocupações, pelo que os elementos da equipa de  responsáveis pela administração de vacinas, incluindo uma enfermeira, estão certificados para vacinar de forma segura e sem riscos.

Quando administrar a vacina?

Deverá consultar sempre o seu médico de família, pediatra ou outro clínico responsável pela prescrição da vacina da gripe. Contudo, a campanha de vacinação contra a gripe este ano começa em Outubro. Lembre-se que a vacinação é a melhor forma de prevenir as complicações graves. A DGS recomenda que as vacinas sejam administradas, de preferência, até final do ano.

Fonte:

www.sns.pt